Literatura Infantil: ENTREVISTA -Fernando A. Pires

sábado, 10 de maio de 2014

ENTREVISTA -Fernando A. Pires


Capa do Livro: Junior e os Biscoitos de Zumbis
Autor: Fernando A. Pires
Editora: Callis


Entrevista
Literatura Infantil: Em primeiro lugar agradeço a você por ter concedido a entrevista para o blog. Em segundo lugar é um prazer como Contadora de História conhecer novos escritores!

Fernando: Eu que agradeço a oportunidade, Rute. Blogs como o seu têm um papel muito importante para a literatura.

Literatura Infantil: Quando começou sua paixão por desenhos?
Fernando: Essa pergunta acho que é a mais difícil de ser respondida, porque eu simplesmente não  me lembro quando comecei a desenhar. Eu tinha uns 5 anos e meus pais contavam que eu vivia rabiscando as paredes quando eu ainda era bebê... e que apanhava muito por causa disso. Se for considerar esses rabiscos na parede como desenhos, então acho que sempre desenhei. Falando assim parece que sou compulsivo por desenho. Não é bem assim. Hoje o desenho pra mim é uma forma de desenvolver uma ideia. Quando as palavras não são suficientes pra isso então eu parto pro desenho.


Literatura Infantil: Você já fez várias ilustrações para outros livros de escritores, poderia me dizer nome de alguns deles?
Fernando: Eu tive o prazer de ilustrar livros de alguns escritores incríveis como o Daniel Munduruku, a Sandra Pina... ilustrei um livro chamado Simplesmente ler para a poetisa Edith Chacon Theodoro, também da Callis Editora, que é muito bonito. Ilustrei para a Glaucia Lewicki, a Yolanda Reyes, e tive a honra, e também a responsabilidade, de ilustrar para a Tatiana Belinky.



Literatura Infantil: Como começou sua paixão pelos livros?
Fernando: Essa paixão começou depois do desenho, isso eu me lembro. Foi com as histórias do Júlio Verne. Eu acabava de ler uma história dele e queria escrever a minha. É claro que acabava usando quase a mesma ideia do livro dele, então desistia logo, porque achava que ele já tinha escrito e estava bem melhor do que a minha ideia.
Em casa tinha uma estante bem grande e bem recheada dos meus irmãos mais velhos e aquela quantidade grande de livros era uma companhia muito importante pra mim. Eu falo dessa estante de livros num livro que eu escrevi chamado O Urso. Sem dúvida essa estante influenciou muito a minha preferência pela leitura.

Literatura Infantil: Quantos livros escreveu até o momento?
Fernando: Publicados eu tenho 6. Um deles (O menino que queria abraçar as baleia) eu ilustrei juntamente com a minha filha quando ela tinha dez anos. E outro, Japa e a lenda dos Koinobori, eu escrevi em pareceria com a minha esposa). Nesse livro nós tivemos que desenvolver todas as ideias somente com as palavras porque ele não tem ilustrações.

Literatura Infantil: Que autores influenciaram sua forma de escrever?
Fernando: Eu admiro muito o Roald Dahl (Fantástica fábrica de chocolates entre outros) pelo seu modo de se aproximar do leitor. Com certeza ele é uma influência pra mim. Gosto muito do Saramago também e de poetas como Fernando Pessoa e Walt Whitman, pela profundidade e intensidade de suas palavras. É claro que não chego nem perto deles, mas não é por causa disso que eu vou deixar de tentar...

Literatura Infantil: No seu entender, qual o papel da escola e da família na formação do leitor?
Fernando: Eu penso que a família é fundamental para formar um leitor. Ler para uma criança é uma via de duas mãos. A criança sente que faz parte de algo maior quando a mãe ou o pai ou um avô lê para ele. Está provado que ela sente prazer com a contação de histórias (você que é especialista nesse assunto pode falar melhor do que eu). E por outro lado o adulto sente algo indescritível. É realmente uma experiência fundamental para o ser humano ler para uma criança. Eu posso dizer que comecei a escrever de verdade (sem me importar se o Júlio Verne já tinha escrito melhor ou não) depois de tanto lermos para nossa filha, ainda no berço. Já a escola eu não encaro da mesma forma, ela pode até ser prejudicial para o futuro leitor, se o processo for mal conduzido e o livro for encarado como uma obrigação para tirar nota. Vai depender de um bom professor mostrar para o aluno, e futuro leitor, como o mundo se abre para um leitor consciente.

Literatura Infantil: Alguma experiência engraçada, curiosa ou dramática ocorrida devido algum texto que você escreveu?
Fernando: Uma experiência um pouco recorrente acontece quando eu faço conversas do leitor com autor em escolas. Várias crianças já me perguntaram se eu tinha realmente abraçado uma baleia! Ou se eu conhecia aquele menino que queria abraçar a baleia. Eu costumo responder que de certa forma eu já havia vivido aquilo que estava escrito. Esse tipo de curiosidade me mostra como o trabalho do escritor, do ilustrador, do editor (enfim de todo mundo ligado à literatura infantil e juvenil), é uma coisa muito séria. Não se trata somente de contar histórias, mas sim, transmitir vivências.


Literatura Infantil: Pra você, o que um bom livro infantil precisa ter?
Fernando: Ele precisa ser pensado para o leitor a que se destina. Parece óbvio isso, mas nem sempre acontece, por incrível que pareça. A criança precisa bater o olho e gostar, então é nosso dever saber o que está se passando na mente dela, saber suas preferências, seus desejos, seus medos, conhecer a sua realidade e a partir disso criar um mundo onde a criança possa viajar e aí sim expandir o seu mundo.

Literatura infantil: Como você enxerga a explosão dos livros digitais?
Fernando: Eu vejo com bons olhos. Eu sou daqueles que acreditam que o livro digital não chegou para substituir o livro tradicional de papel, pelo contrário ele veio para somar, tendo outras características, outros recursos que devem ser explorados para ajudar ainda mais a contar nossas histórias.

Literatura Infantil: Vamos falar do  Júnior e os Biscoitos do Zumbis, título interessante e ao mesmo tempo gera uma certa curiosidade  pela ilustração da capa. Já conversei com escritores que primeiro faz a ilustração, depois a história. E com você, como é esse processo de ilustração e história?
Fernando: Nos meus livros anteriores, havia uma clareza muito grande. Primeiro eu criava a história. Depois que ela se sustentava, eu partia para as ilustrações. No caso do Júnior e os biscoitos de zumbis ele era pra ser uma história em quadrinhos. Eu comecei escrevendo e desenhava esboços ao mesmo tempo. Então começou a ficar caótico porque a história crescia muito e eu não tinha tempo de esboçar tudo o que acontecia. Eu queria fazer tudo junto e é claro que não rolava, nem uma coisa nem outra.  Até que a história cresceu tanto que eu parei de esboçar pra me dedicar à história. Eu só esboçava algum desenho quando partes do enredo não pareciam muito claras. Nessas horas uma ilustração podia mostrar um caminho para história. Mesmo não sendo mais uma HQ, o livro tem mais de duzentas ilustrações, o que é bastante para um livro tradicional. O Júnior, o personagem principal, é uma criança igual a qualquer criança, com muita imaginação e que gosta de desenhar e de brincar com os amigos. O que acontece é que ele deixa a fantasia tomar conta de tudo à sua volta... e o pior é que ele nem sempre está totalmente errado em suas intuições. Ele tem certeza que existe um vilão no bairro que está transformando algumas pessoas em zumbis, todas as evidências (notícias de telejornais, cinema, gibis, acontecimentos estranhos no bairro) levam pra isso. E quanto mais ele fuça pra descobrir a verdade mais coisas inexplicáveis ele descobre. Inexplicáveis e muitas vezes fantásticas, mas sempre coisas que acontecem todos os dias em qualquer cidade grande. O Júnior é uma criança de cidade grande, que recebe influências da mídia e da própria cidade e seus personagens, aí a sua imaginação junta tudo isso e cria um outro mundo. É isso o que me interessa contar através de texto e de ilustrações.

Literatura Infantil: Como os leitores podem conhecer seu trabalho?
Fernando: Para ter uma ideia do meu trabalho eu tenho um blog (http://fernandoantoniopires.blogspot.com)que eu uso para divulgá-lo. Lá eu tenho mais de uma centena de ilustrações, esboços, além de indicações dos meus livros. Para conhecer um pouco do universo do Júnior você pode acessar também http://junioreosbiscoitosdezumbis.blogspot.com.br
Mas para conhecer mesmo o meu trabalho como autor só lendo meus livros.


Literatura Infantil: Bate- bola
Uma Lembrança: minha primeira bicicleta

Um sabor inesquecível: pipoca no cinema

Uma saudade: um gatinho da minha infância que precisou ser sacrificado.

Curiosidade: eu precisei ilustrar o Júnior com as duas mãos. No livro eu tinha que reproduzir desenhos que o personagem Júnior fazia, e eu não chegava num resultado bom com a mão direita (eu sou destro). Eu tentei com a mão esquerda e achei que aquele sim era o desenho de outra pessoa.

Um lugar: minha casa

Uma paixão: música

Um livro: Folhas de Relva, Walt Whitman

Uma canção: Hey Jude, The Beatles

Um sonho: ser músico

Um (a) escritor (a): Saramago

Um (a) ilustrador(a): Darcy Penteado.


Literatura Infantil: Agradeço seu tempo e disponibilidade para responder as perguntas.
Fernando: Eu que agradeço a você, Rute e aos seus leitores pela oportunidade e pela paciência comigo.




Leitores dia 24/05 Fernando estará lançando seu livro na Livraria Cultura. Conj Nacional
Avenida Paulista 2073 –Bela Vista.

Literatura Infantil em parceria com o autor do livro estará sorteando um livro.
COMO PARTICIPAR DO SORTEIO:
Responda-me a pergunta:
Qual a ocasião ideal para saborear um biscoito de zumbis?
-

Todas as respostas será enviada ao escritor para que ele escolha 

Você deve  residir em território nacional( ou possuir um endereço para entrega no Brasil),Responder  a pergunta no comentário dessa postagem  e enviar seu endereço de e-mail para rutesb@gmail.com
 O ganhador receberá o livro em sua casa. Entrarei em contato, para o enviar o livro através do correio.

O resultado sairá na sexta-feira, dia 23/05 aqui na Literatura.


36 comentários:

  1. Parabéns Fernando pela entrevista, parabéns Rutinha como sempre, nos presenteando com novos escritores infanto juvenil

    Minha resposta: O ideal momento para comer biscoito de zumbis é quando brigo com minha muher, para não ouvi-la falar nada
    O biscoito simplesmente me ouvira ela cantar, rsrs

    Rutinha beijos

    ResponderExcluir
  2. Cláudio Nakamura10 de maio de 2014 09:38

    Amei a resposta do Mauro
    Quando meu time perder, ao comer o biscoito , o resultado ser o contrário, espécie de magia
    Beijos Rute, parabéns Fernando

    ResponderExcluir
  3. Fica muito dificil, quando não tem um resumo do livro, como você fez com o sorteio do Marco, postagem antes dessa.
    Mas darei meu palpite pela capa do livro postada , ao comer o biscoito de zumbis com certeza haverá luzinhas como se fossem vaga-lumes
    para iluminar meu caminho para subir a rua escura de onde moro, quando volto da faculdade.

    Lindona, quero conhece-la no Boca, estarei lá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natanael bom dia, seja bem vindo -a Literatura.
      A Editora do Marco enviou-me dois livros pelo correio, um para mim e outro para o sorteado.Então eu fiz a leitura e coloquei o resumo.
      Mas a editora do Fernando, enviou-me um só, e este está embalado em um plástico.Não abrir , já que é para o leitor
      que será sorteado, por isso não coloquei o resumo da história.
      Desculpe-me estarei mas atenta a isso no proxímo sorteio
      Oba!!! vá sim ao evento do boca do céu, será um prazer em conhece-lo.
      Grande beijo

      Excluir
    2. Mas Fernando fez um breve resumo da história na entrevista
      Natanael

      Excluir
  4. Como o texto é de magia e intuição, acredito que ao saborear o biscoito de zumbis, eu iria ao Boca do Céu, para ve-la contar história Rute, já que estou a cá- Portugal
    Espero que aceite nosso convite para estar contando historia aqui no Porto- Portugal
    Beijos

    ResponderExcluir

  5. João comentei com o pessoal da assessoria vai depender da agenda, mas darei a resposta, obrigada pelo convite.
    Grande beijos

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Rute.. gostei de poder ler e além do autor saber mais um pouco sobre vc e seu começo.. é legal a gente poder se lembrar de onde veio a força interna que nos levou até o aqui agora.. beijos e até sempre

    ResponderExcluir
  7. Fernando parabéns pela entrevista, Rute ótimas perguntas,
    Ao comer o biscoito eu simplesmente transportaria os maus políticos para outra galaxia.
    Beijos Rute

    ResponderExcluir
  8. Simplesmente eu iria me transportar para Bahia, ao lado da minha namorada
    Beijos Rute, ótima entrevista com Fernando
    Parabéns Fernando pelas respostas.

    ResponderExcluir
  9. Já tive oportunidade de ler outros livros do Fernando um deles foi do menino que queria abraçar a baleia. esse eu li para minha filhota Giovanna, que amou a história

    Esse eu não conhecia, parabéns Rute pela entrevista.
    Rute, estarei indo em Moema no dia 24/05 para convida-la, para contar histórias na festa da Gigi, em agosto. Converso com você dia 24,chegarei cedo. Enfim se não chegar cedo, eu aguardo você , para conversarmos após sua contação.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Ah minha resposta: Um dos zumbis é a própria professora do Junior, ao comer o biscoite ele a vê assim, principalmente na hora da prova.

    ResponderExcluir
  11. Caramba, Maurão , deixa sua esposa lê isso, kkkkkkk

    E ai Ru, beleza morena linda.? Parabéns pela entrevista ,parabéns Fernando, cara parabéns pelo livros e as ilustrações entrei no seu blog para visualizar.
    A minha resposta
    A melhor ocasião para saborear o biscoito seria no momento de estar no barzinho com os amigos e o celular tocar, olhar no visor e vê
    -Namorada chamando...e simplesmente o visor apagar.
    Bem se ela diz esse que ligou, mostraria que não,pois não consta a chamada, rsrs
    Superei em Maurão, kkkkkkk
    Rutinha querida, grande beijo , sei que não és mãe, desejo-lhe beijos a sua linda mãe

    ResponderExcluir
  12. Oi, Rute.
    Agradeço a todos que leram a entrevista. Estou me divertindo com as respostas. Estou vendo que vai ser difícil escolher a resposta vencedora. Vamos ver o que vem por aí. Abraços a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também me divirto muito, Fernando mas uma vez agradeço a parceria
      bjs

      Excluir
  13. Parabéns, pela entrevista Ru
    Com certeza ao saborear o biscoito eu passaria no exame do DETRAN, tá russo Rute,,,

    ResponderExcluir
  14. Excelente entrevista Rute!
    Parabéns! ^^
    Beijinhos :3

    http://virgulasdodestino.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  15. Bom, bom, bom ao comer o biscoito com certeza, eu teria coragem de chegar naquela gatinha da escola
    Bjs Rute, parabéns Fernando, pela entrevista

    ResponderExcluir
  16. Sei lá, talvez ao comer biscoito eu me transformaria em Biônico para lavar meu tênis que está imundo e tou com baita, preguiça para lavar .
    Enquanto isso ele fica do lado de fora- ordens da Dona Vera.
    Rute querida, saudades de ti, parabéns Fernando, sorte no lançamento do livro
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Dona Vera, não de moleza ao YGOR não. kkkkkkkk
      Beijos Ygor, obrigada pelo carinho

      Excluir
  17. Oi Rute, parabéns pela entrevista ao Fernando. Co m certeza ao comer o biscoito de zumbis eu seria um dos jogos de video-game
    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Que doideira o povo entrou nesse sorteio, cada resposta divertida, nem sei o que dizer, vale a criatividade é isso?
    Então lá vai, -Ao saborear o biscoito de Zumbis eu esqueceria o celular em casa, sem precisar dele para nada. E ruim hein:???kkkk
    Beijos Rute, Fernando, sucesso cara
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Santhiago, e está divertidíssima as respostas.
      Beijos, respondi seu e-mail, obrigada pelo carinho

      Excluir
  19. Meninas do 5ºano fundamental12 de maio de 2014 21:53

    Queremos participar também,Rute.
    Bem ao comermos o biscoito de Zumbi, com certeza estaríamos ao lado do Justin ( lindo maravilhoso) e do Junior do livro
    Meninas do 5º ANO

    ResponderExcluir
  20. Sejam bem vindas meninas, beijos
    Justin e Junior já imaginou que bagunça fariam pela cidade com o biscoito de zUMBI, kkkk

    ResponderExcluir
  21. Parabéns pela entrevista Fernando
    Com certeza ao saborear o biscoito eu me tornaria invisível para bisbilhotar, meu namorado quando não estiver comigo.
    Beijos Rute

    ResponderExcluir
  22. Eu iria saborear um biscoito de zumbis, quando estivesse numa fila enorme, quem sabe me transformaria em uma zumbi e botava todo mundo para correr. É claro eu iria ser a primeira da fila kkkk

    ResponderExcluir
  23. Um bom sítio para comer um biscoito desses era sentado ao lado de um cemitério! ^^

    ResponderExcluir
  24. Ah, com certeza, eu ao saborear o biscoito de Zumbis eu pararia essa greve dos ônibus, aff, ninguém merece, ehhh São Paulo.
    Bjs Rute

    ResponderExcluir
  25. Tudo bem coração, saudades de você Rute, estou te devendo uma visita na livraria, mas está tudo corrido.
    Parabéns a entrevista, ótimas respostas do Fernando. Muito legal esse contado de escritor e leitor.
    Com certeza ao comer os biscoitos teria a visão do super homem, para observar uma certa contadora, contando história.
    Bjs Rute , abraço Fernando

    ResponderExcluir
  26. Bah thê com certeza, ao saborear o biscoito eu ganharia na mega srna
    Não adiantaria pedir Ru, que não daria, kkkkk
    Beijos princesa se cuide, Saudades!

    ResponderExcluir
  27. Bah TCHE quem disse que pediria a você, kkkk
    Bjs, Olavo, obrigada pela participação

    ResponderExcluir
  28. Eu quero novamente agradecer a todos os que participaram do sorteio. Foi muito divertido ler as respostas. O pessoal viajou e isto é muito legal. Eu já tenho o vencedor e vou passar para a Rute que postará o resultado.
    Grande abraço a todos.

    Fernando

    ResponderExcluir

Design by Juliana Garcia